Domingo
28 de Novembro de 2021 - 

Newsletter

Atualizações Jurídicas

Presidente do TJRS participa de descerramento do quadro de Oswaldo Aranha na ALRS

Político, diplomata, Advogado, o Chanceler Oswaldo Aranha foi homenageado, na manhã desta segunda-feira, pelo Parlamento Gaúcho. Seu quadro - uma cópia autorizada de pintura original feita por Candido Portinari - foi descerrado na sala da Presidência da Assembleia Legislativa do RS , em cerimônia que contou com a presença de autoridades e de familiares de Oswaldo Aranha. O Presidente do TJRS, Desembargador Voltaire de Lima Moraes, prestigiou o evento. O magistrado destaca ter feito questão de estar presente à solenidade: "É uma honra participar deste momento, homenageando este notável gaúcho, cuja atuação teve grande importância não apenas na história nacional, mas também internacional", afirmou o Desembargador Voltaire. Oswaldo Aranha presidiu a Assembleia-Geral das Nações Unidas em 1947, exercendo um papel relevante para a aprovação da criação do Estado de Israel. Por esse motivo, naquele ano, o alegretense foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz. O quadro que agora ficará no Gabinete da Presidência da ALRS foi doado pela Federação Israelita do Rio Grande do Sul e pela família Aranha. Participaram da solenidade o Presidente da ALRS, Deputado Gabriel Souza, o Presidente da Federação Israelita do Rio Grande do Sul, Sebastian Watenberg, o Prefeito de Alegrete, Márcio do Amaral, o Cônsul-Geral de Israel em São Paulo, Rafael Erdreich, entre outras autoridades. Representando a família, Eduardo Aranha, sobrinho do homenageado, destacou os feitos do tio, como quando foi intendente de Alegrete, introduzindo na cidade energia elétrica e esgoto cloacal; sua participação na Revolução de 1930; sua influência como diplomata para que o Brasil não se aliasse ao eixo de países que deram início à 2ª Guerra Mundial e pela atuação na Assembleia das Nações Unidas em 1947. "Ele tinha um lema: 'Nasci para servir o meu país e não para me servir dele", lembrou. Ao final, Eduardo leu uma carta do tio, destinada à Flores da Cunha, pouco tempo antes de falecer, aos 65 anos. História Oswaldo Euclides de Souza Aranha nasceu em Alegrete, em 15 de fevereiro de 1894. Diplomata e Advogado, foi intendente do Alegrete, deputado estadual e federal, presidente interino do RS em 1930, ministro da Justiça e da Fazenda, embaixador do Brasil nos Estados Unidos, ministro das Relações Exteriores; presidente da Assembleia-Geral das Nações Unidas em 1947. Faleceu, no Rio de Janeiro, no dia 27 de janeiro de 1960.
25/10/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.